Hellen Caroline: Princesinha do pagode revela desejo de gravar com Princesinha do sertanejo

Se depender do talento artístico, carisma, simpatia e de beleza, a música brasileira está muito bem servida. No sertanejo, Paula Fernandes e Thaeme arrancam suspiros por onde passam. No pagode, Hellen Caroline é a musa da vez. A cantora que venceu o concurso Mulheres que Brilham do programa Raul Gil em 2013, lançou recentemente seu primeiro CD “O sonho aconteceu”. O disco contou com a produção musical de Rodriguinho.

Hellen Caroline começou a ter uma projeção nacional, depois de participar de algumas etapas do reality show “Ídolos”, programa esse que foi responsável por marcar o início de uma grande amizade. Durante as audições, ela conheceu a cantora Thaeme, que, desde então, se tornou sua amiga. Atualmente, Thaeme faz dupla com o cantor Thiago.

“Adoro a Thaeme. Ela é super minha amiga. Seria um grande prazer, se um dia, tiver a possibilidade de gravarmos uma música juntos. Gosto muito da dupla, além de outros cantores sertanejos como o Daniel e o Luan Santana”, revela.

Assim como no sertanejo, a presença da mulher não é tão comum no pagode. Mas, isso não é tabu para Hellen Caroline, e sim, um desafio que vem tirando de letra. Presença constante em programas de televisão, a “princesinha” do pagode tem uma agenda bastante movimentada com cerca de 20 shows por mês.

Natural da cidade de Ubatuba/SP, o pagode entrou em sua vida através da influência de sua irmã. “Ela era pagodeira, ouvia Belo, Soweto, Travessos, Alexandre Pires e eu acabei me apaixonando. Aliás, estes são minhas grandes influências na hora de compor”, admite.

Com 15 faixas, seu primeiro álbum tem seis composições de sua autoria. Romântica, Hellen Caroline revela que suas maiores inspirações para escrever acontecem nas madrugadas, e também quando está de TPM, período que fica mais sensível. “Príncipe encantado” foi sua primeira música de trabalho.

Príncipe encantado:

Bastante caseira, Hellen Caroline se torna uma leoa quando o assunto é sua filha, Bianca, que a vida a presenteou, quando ela ainda tinha apenas 16 anos de idade. “Minha irmã teve síndrome do pânico e depressão pós-parto, então ajudei sempre. Ela é meu tudo”, diz.

Mesmo com uma carreira brilhante ainda pela frente, “o sonho já aconteceu” na vida de Hellen Caroline. Persistente e acreditando em sua verdade musical, todos os medos, desafios e ansiedade que passou para chegar aonde chegou, de acordo com ela, só foi possível por uma razão: “Só o amor que nos faz vencer”.

Diego Vivan
Diego Vivan
Assessor de Imprensa – Diego Vivan www.estrategicassessoria.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *