Alex Fava lança a música “Todo mundo tem um anjo”

O cantor Alex Fava divulgou, na última sexta-feira (20), o novo single – parte do Projeto Consciência – intitulado “Todo mundo tem um anjo”. No trabalho, o cantor homenageia pessoas que gostam de ajudar o próximo incondicionalmente. Com composição de Bonilha, a letra cita diversos exemplos e, acima de tudo, mostra que todos os anjos são iguais, independentemente de sua classe social, cor de pele ou religião.

Todo mundo tem um anjo:

A canção dá ênfase àquelas pessoas que passam diariamente por nós, e que merecem mais atenção, seja um amigo que estendeu as mãos em um momento complicado, ou alguém que você talvez nem conheça, mas te ajudou a passar por alguma situação mais delicada. “Quero mostrar que ainda podemos ter esperança no mundo, que boas pessoas existem e podem ajudar outras pessoas”, explica Alex Fava.

Alex Fava conheceu a Casa do Zezinho, um espaço de desenvolvimento para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Lá as crianças recebem apoio e crescem com melhores condições e esperança de trilhar um futuro melhor, com base educacional e novos projetos, ele decidiu que ali seria gravado o novo clipe.

“A Casa do Zezinho despertou meu interesse! Tive milhões de ideias lá dentro. Quis homenagear aquelas pessoas que dedicam seu tempo para cuidar das crianças de lá, são as crianças que serão o nosso futuro! Eles todos são anjos e merecem este reconhecimento!” completa o cantor.

Seguindo os passos de “Vô”, “Devolva o meu coração” e “4 patas”, a produção do clipe também foi da Parakino Filmes, com direção de Diego Freitas. “Todo mundo tem um anjo” tem tudo para emocionar a todos por sua sensibilidade.

Plataformas digitais:
https://levepress.fanlink.to/AlexFava

CASA DO ZEZINHO
A Casa do Zezinho é uma organização sem fins lucrativos localizada na região do Capão Redondo, extremo sul de São Paulo. Nascida de um sonho de educação de uma pedagoga conhecida como Tia Dag, inconformada com a exclusão social e péssima educação dada à população das periferias, a instituição é fundada em 1994 com seis crianças em uma casa térrea.

Hoje, são atendidas mais de 1.300 crianças, jovens e famílias diariamente com 2 refeições por dia e mais de 40 opções de oficinas socioeducativas, que vão da contação de histórias, passando por jiu-jitsu, teatro, coaching vocacional e empreendedorismo. Com a sua premiada “Pedagogia do Arco-Íris”, a Casa entende que deve-se ter o cuidado, afeto e proximidade específica com cada criança de acordo com sua idade e fase de vida, conhecendo sua individualidade, família, lar e ambiente que vive.

O nome Casa do Zezinho é originado da poesia de Carlos Drummond de Andrade, “E agora, José?”. Zé, nas palavras da Tia Dag, é o retrato da exclusão diária no Brasil: Zé-ninguém, Zé-mané, Zé-ruela, etc. Por isso a Casa do Zezinho é a Casa em que essas pessoas tem vez, são acolhidas e podem aprender brincando e buscar seus caminhos, sonhos e autonomia.

Diego Vivan
Diego Vivan
Assessor de Imprensa – Diego Vivan www.estrategicassessoria.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *