Augusto Cabrera: Swing latino em terra brasileira

Augusto Cabrera é músico, cantor, compositor e produtor. Natural de Montevidéu, no Uruguai, adotou a cidade de Atibaia, interior do Estado de São Paulo para morar, local também onde tem um home estúdio para produções especificas, além de um estúdio próprio, no jardim Anália Franco, em São Paulo/SP.

O INÍCIO
Vindo de uma família de músicos, por parte de sua mãe, de descendência alemã, herdou os estudos aplicados para música clássica, como o violino, piano e violão de nylon clássico de concerto. Pelo lado do pai, de descendência espanhola, teve como legado, a cúmbia, plena, ritmos latinos e o tango. Vale destacar que, todos eles, sem estudo teórico, autodidata, só de ouvido mesmo.

Ainda criança, cresceu no entorno da musica gospel. Aos seis anos de idade, pediu a sua mãe para que o levasse para estudar piano clássico. Três anos mais tarde, já dirigia o coral de crianças da igreja, tocava nas reuniões de crianças, e aos dez anos, no de adultos.

Aos 14 anos, se formou com o título de mestrado em piano clássico. Um ano depois, começou a tocar guitarra e montou uma banda de rock. Nesta banda, tocava guitarra, cantava, produzia, além de escrever composições tanto para a sua banda, quanto para outras bandas. Paralelo a isso, continuou tocando na igreja.

MÚSICA SERTANEJA
Cabrera é um produtor musical versátil e não tem um estilo especifico, já que produziu diversos gêneros como rock, blues, reggaeton, pop, entre outros. Mas, foi no sertanejo, quando teve seu primeiro contato, há cinco anos, que seu nome começou a ganhar ainda mais destaque no segmento, quando escreveu e produziu a música “Eres todos los extremos” dos aclamados Zezé di Camargo & Luciano. A faixa fez parte do CD “Double Face” da dupla.

A partir de, então, seu trabalho prosperou ainda mais. Trazendo seu conhecimento e swing latino para a música sertaneja, Cabrera deu uma nova cara para grandes artistas do estilo. Através de suas composições e produções, Cabrera é o responsável por alguns sucessos de Eduardo Costa, como “Anjo protetor”, “Louco coração”, além de “Sapequinha”, que durante cinco meses foi a música mais executada nas rádios do Brasil, em 2015. A informação é da Connectmix – especializada em monitoração (audiência) de áudio.

Sapequinha:

Outros artistas renomados da música sertaneja, como Leonardo, também teve produções realizadas por Cabrera. Zé Felipe, Erikka, Jannaina, Grupo Tróia, são outros artistas que já tiveram músicas compostas e produzidas por Cabrera. Aliás, todas elas foram canções trabalhadas por eles nas rádios de todo o Brasil. Prezando sempre pela qualidade de uma boa letra e arranjo, Cabrera tem se especializado em fazer músicas radiofônicas, o que reflete no sucesso de suas composições e produções.

RECONHECIMENTO
Aclamado e respeitado não somente pelos artistas, mas, pela critica musical, vale destacar o prêmio Single de Ouro que ganhou da gravadora Sony Music, com a produção musical do single “Não me toca”, do cantor Zé Felipe, e que teve a participação da cantora Ludmilla. Sempre disposto a encarar novos desafios e grandes projetos, Cabrera tem focado atualmente nas produções de alguns discos e DVDs que poderão ser conferidos em breve.

Não me toca:

Diego Vivan
Diego Vivan
Assessor de Imprensa – Diego Vivan www.estrategicassessoria.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *